Dicas para você cuidar do seu apartamento
12 de setembro de 2018
Como conseguir um financiamento imobiliário passo a passo
24 de setembro de 2018

Saiba como financiar um apartamento ganhando pouco

O sonho da casa própria ainda parece distante para uma boa parte dos brasileiros e o principal motivo é a renda familiar baixa. No entanto, sabia que mesmo ganhando pouco, você pode deixar de uma vez por todas o aluguel? Saiba aqui como financiar um apartamento!

Com um bom planejamento financeiro e aproveitando os incentivos do governo, é possível conquistar esse objetivo e transformar o sonho em realidade. Confira:

A importância do planejamento financeiro

Planejar-se financeiramente é importante para qualquer pessoa, mas para quem possui uma renda um pouco menor, é ainda mais necessário. Assim, vai conseguir poupar dinheiro e arcar com as parcelas do financiamento, sem sofrer interferências no planejamento mensal.

Muitas vezes acreditamos que não conseguimos atingir nossos objetivos porque ganhamos pouco, na verdade, pode ser que não aproveitamos corretamente o que recebemos, tento gastos supérfluos e desnecessários, por exemplo. Isso te impede de investir em escolhas mais sensatas, como financiar um apartamento.

Assim, começar a se planejar financeiramente é um dos primeiros passos para conseguir financiar seu apartamento, analisando todos os seus débitos e créditos durante o mês e entendendo como você poderá poupar.

Quando estiver consciente dos seus gastos fixos e variáveis durante o mês, você poderá criar um plano que lhe permita poupar o valor da entrada e se planejar para o pagamento das parcelas.

5 dicas de como financiar um apartamento

Agora que você já entendeu a importância do planejamento financeiro, veja algumas dicas de como financiar um apartamento, para transformar seu sonho em realidade. Vamos lá!

1. Pesquise bastante

A primeira dica de como financiar um apartamento é pesquisar bem os imóveis antes de tomar qualquer decisão, entendendo o máximo que você poderá gastar e se essa quantia está de acordo com a realidade de onde deseja morar.

Algumas vezes você terá de fazer ajustes no seu plano, como preferindo comprar um imóvel na planta (que costuma ser mais barato), ou em outro bairro, ajudando a flexibilizar o seu investimento.

Existem muitos pontos que podem encarecer um imóvel, como a localização, a estrutura do condomínio, a planta e o momento da sua compra. Comprar apartamento ainda na planta costuma ser mais barato, assim como aqueles remanescentes depois do lançamento.

2. Crie uma poupança para o imóvel

Quanto mais você pesquisar, mais fácil será entender a realidade imobiliária da sua cidade e definir o quanto você precisa ter para poder financiar o seu apartamento. De qualquer forma, uma boa dica é criar uma poupança apenas para essa finalidade.

Na hora de realizar o planejamento das suas finanças estipule uma quantidade que você deverá depositar na poupança mensalmente. Esse valor poderá servir tanto para quitar a sua entrada, como para lhe ajudar a saldar a sua dívida do parcelamento.

É claro que esse valor mensal também deve estar de acordo com o seu planejamento, evitando que ele acabe impedindo que você arque com as suas dívidas. Se não conseguir depositar nada, repense seus planos e retire algumas contas que não são tão essenciais como financiar um apartamento.

3. Cuidado com as dívidas

As dívidas podem fazer com que o seu salário mensal acabe desaparecendo com o pagamento dos juros. Se você não consegue começar a poupar porque ainda tem muitas dívidas em aberto, é um bom momento para organizar a sua vida financeira.

Uma maneira de resolver isso é priorizando as contas com os juros mais altos, como a do cartão de crédito ou do cheque especial. Às vezes, pode ser mais interessante realizar um empréstimo consignado para pagar essas dívidas, por exemplo, já que o valor dos juros costuma ser menor.

Outra solução é renegociar as dívidas antigas, aumentando as chances de conseguir bons descontos e de se ver livre dessa bola de neve.

4. Conheça os tipos de financiamento

Uma dúvida comum de quem quer saber como financiar um apartamento: qual melhor tipo de financiamento? Nem todos são iguais e eles podem variar de acordo com a sua renda, quanto mais informações você tiver, mais fácil será encontrar aquele que esteja de acordo com a sua realidade.

O valor das parcelas e da entrada serão proporcionais a sua renda ou a renda da sua família, além de levarem em consideração também o valor do imóvel. Por isso, é importante escolher um que caiba no seu orçamento.

Outro ponto que você deverá prestar atenção é em relação aos juros do financiamento, que podem variar de acordo com a renda. Os programas do governo ajudam reduzindo as taxas de juros dos financiamentos e tornando mais viável o sonho da casa própria.

5. Informe-se sobre o programa Minha Casa, Minha Vida

Hoje uma das melhores formas de como financiar um apartamento com uma renda mensal mais baixa é o programa Minha Casa, Minha Vida que consegue atingir famílias que vão desde uma renda menor (até R$1,8 mil mensais), passando por faixas intermediárias (renda entre R$1,8 mil e R$6,5 mil) até a faixa máxima de R$ 9 mil mensais.

Além de juros mais menores e subsídios governamentais, nesse programa também é possível usar o FGTS para o financiamento imobiliário, aumentando as chances de obter sucesso.

Com essas dicas, ficou mais fácil entender como financiar um apartamento mesmo ganhando pouco? O mais importante é sempre ter um bom plano financeiro e procurar por imóveis que estejam de acordo com a sua renda.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre como financiar um apartamento, deixe um comentário pra gente!

Fonte: Vitta

 

Últimas unidades à venda! Faça um investimento seguro com garantia de valorização.

 

Comentários

Os comentários estão encerrados.

× Como podemos te ajudar?